Home » O Dia das Trífides by John Wyndham
O Dia das Trífides John Wyndham

O Dia das Trífides

John Wyndham

Published
ISBN :
Mass Market Paperback
Enter the sum

 About the Book 

O Dia das Trífides, da autoria de um dos mais consagrados autores de ficção-científica britânicos, surge agora na Colecção Argonauta, a coroar uma longa série dos melhores exemplos do que mundialmente se escreve no género.Dificilmente John Whyndam,MoreO Dia das Trífides, da autoria de um dos mais consagrados autores de ficção-científica britânicos, surge agora na Colecção Argonauta, a coroar uma longa série dos melhores exemplos do que mundialmente se escreve no género.Dificilmente John Whyndam, autor do célebre romance Village of the Cuckoos, recentemente apresentado em Portugal sob a forma cinematográfica com o título de Aldeia dos Malditos, conseguirá voltar a igualar o nível que atingiu em O Dia das Trífides, que foi um best-seller em Inglaterra e continua hoje em dia colocado no nível superior dos melhores romances de ficção-científica.Umas estranhas plantas, cujas sementes garantem na Indústria das Oleaginosas a produção dum produto único, proliferam no Mundo. Enquanto domesticadas e podadas anualmente do seu veneno, verticilo, são completamente inofensivas. Quando deixadas em livre crescimento, são fatais para o homem. Estas misteriosas plantas, que são criadas em plantações para a extracção de óleos das suas sementes, encontram-se em todo o Mundo e têm de comum com a forma de vida animal muitas coisas: faculdade motora, inteligência, faculdade de comunicação. As plantas andam, pensam, falam umas com as outras, em termos diferentes do que essas faculdades são atribuídas ao homem. Os homens têm sobre elas a superioridade da visão, mas elas têm sobre o homem a vantagem de estarem adaptadas para viver sem a visão...Até que um dia por acaso cósmico ou consequência da guerra fria, os seres vivos acordam cegos, com raras excepções, num mundo onde tudo fora feito com base no frágil dom da visão... Segue-se o retrocesso da História, a luta das espécies e, até, o retorno de realidades sociais que desapareceram com o condicionalismo que a gerou, mas que regressam ao encontrarem terreno propício ao seu novo florescimento. Tudo, porém, leva à morte.Tudo? Um mundo novo exige uma sociedade nova, exige novas regras de estar e pensar, exige um homem novo. Algures existe a esperança, uma comunidade organizada em termos de futuro, incipiente mas forte e prometedora. Procurá-la num mundo que tacteia é procurar não o Éden, mas a salvação. O próprio Éden não se põe sequer em termos de prazer.É tudo isto e a intensa busca dum homem, que procura o amor e o futuro, que numa descrição magnífica e empolgante, desfila pelas páginas de O Dia das Trífides de John Wyndham, número 71 da Colecção Argonauta.